Dicas importantes para ensinar o bebê a andar

Um dos momentos mais memoráveis do crescimento do nosso bebê é sem dúvida quando ele começa a dar aqueles passinhos instáveis. Talvez por isso, é que normalmente os pais ficam ansiosos para ver quando isso vai acontecer.
Cada bebê aprende a andar no seu próprio ritmo, por isso, se o bebê de uma amiga sua já começou a andar não significa que o seu tenha que andar também. Leia um pouco mais e descubra quais sinais indicam que seu bebê está pronto para andar e como você pode ajudá-lo.

Quando meu bebê vai andar?

A maioria dos bebês dá seus primeiros passos por volta dos 12 meses, mas a idade varia entre 9 meses a um ano e meio. Alguns bebês pulam a etapa do engatinhar e vão direto para os passinhos, e isso é perfeitamente normal. O que importa nessa etapa é que seu bebê esteja usando os braços e as pernas para se locomover.
Se seu bebê está fazendo algum dos pontos abaixo, andar não está longe:
* Rolando
* Se movendo feito carangueijo
* Escalando as escadas com as mãos
* Se movendo com rapidez

Como encorajar meu bebê a andar?


- Do nascimento:
O requisito mais importante para andar: fortes músculos das costas, levantando a cabeça enquanto deitam de barriga para baixo.
Faça com que ele passa algum tempo deitado de barriga para baixo enquanto estiver acordado. Coloque objetos interessantes próximo ao alcance dele para estimulá-lo.

- Quando ela já puder sentar:
Ajude-o a melhorar seu equilíbrio e mobilidade rolando uma bola pra ele e vice-versa. Ou segure um brinquedo na frente dele e mova-o de um lado para outro, isso vai estimulá-lo a se inclinar para os lados (tenha o cuidado de garantir a proteção do bebê, pois ocorrerão algumas quedas).

- Quando ele já puder ficar de pé:
Use o AndaBaby proporcionando suporte para ele e pouco a pouco deixe-o tentar se equilibrar, funciona como se você estivesse segurando-o pelas mãos, só que com o AndaBaby ele é seguro pelo tronco, seu bebê tem a vantagem de ficar com as mãos livres para se apoiar em objetos e para que ele fique mais solto e sinta mais prazer e segurança com essa prática. Você terá mais mobilidade e não ficará com dores nas costas. Use palavras positivas, alegres, e quando ele cair, ria e encorája-o a tentar novamente, aproveite esse momento.

Pés descalços: Graças a nossa bondosa natureza, temos a sola dos nossos pés acolchoada e dedinhos que ajudam no nosso equilíbrio. Praticar em diferentes superfícies como no chão, na grama, na areia, carpete, madeira, com os pés descalços deixa o aprendizado mais divertido e natural.

- Quando ela já puder andar:
Agora seu bebê vai deixar as impressões digitais por toda a casa, paredes, cadeiras e mesas. Talvez ele ainda não consiga sentar sozinho, estando antes de pé, isso ele vai querer aprender antes mesmo de conseguir andar. Esteja pertinho dele e suporte seu bum bum com as suas mãos até que ela aprenda a sentar sem machucar o bum bum e sem tombar.

- Bebê pode usar andador?
De acordo com a Sociedade Brasileira de Pediatria os andadores podem atrasar o progresso natural de andar. Bebês que usam andadores tendem a confiar neles para se equilibrarem e se moverem e o resultado é que os músculos que eles precisam para andar não ficam bem desenvolvidos. O número de acidentes é enorme e a maioria deles acontece quando os pais ou responsáveis estão olhando (www.pediatriabrasil.com.br), por isso em alguns países ele é proibido. Se você for usá-lo, use-o com muita atenção.

Precauções de segurança

Seu bebê que agora já sabe andar pode se mover mais rápido do que você pensa. Prepare a casa para que ele fique em segurança, para que ele não entre nas áreas onde possa se machucar ou onde não seja seguro caso ele entre sozinho, em áreas onde haja objetos que possam ser perigosos para as crianças.
- remova mesas baixas que tenham pontas ou quinas.
- guarde os móveis e objetos que possam cair facilmente.
- guarde os tapetes que sejam fáceis de deslizar ou escorregar.
- guarde os objetos que seu filho possa tropeçar.
- Instale portas de segurança na parte de cima e de baixo das escadas, e esteja atenta ao seu bebê sempre que ele estiver nelas.
- tranque todos os produtos líquidos e sólidos que possam ser alcançados pelas crianças e que possam fazer mal a elas.

Os primeiros sapatinhos do bebê

Quando o bebê estiver em casa é melhor deixá-lo andar descalço, a sola dos pés agarra melhor em superfícies escorregadias. Para passear ele vai precisar de sapatos. Aqui vão algumas dicas:
- não saia pra comprar os sapatos logo cedo pela manhã, isso porque os pés, nesta fase, crescem em média 4% até o final do dia.
- a criança deve experimentar os sapatos de pé, você deve conseguir pressionar todo o seu polegar entre a ponta do sapato e o final dos dedos dos pés dele, e deve haver espaço suficiente que dê para espremer seu dedo mínimo no calcanhar.
- deixe seu filho andar pela loja por 5 minutos, remova os sapatos, se você encontrar algum sinal de irritação nos pés do seu filho, rejeite este sapato.
- Verifique mensalmente se os sapatos estão adequados e prepare-se para renová-los a cada dois ou três meses. Nesse estágio os pés crescem muito rapidamente.

Resumo

É normal que você esteja ansiosa em ver seu filho dar os primeiros passos, mas seja paciente. Cada criança tem seu próprio tempo. A melhor ajuda que você pode dar é: pratique com o seu filho, se delicie com essa prática pois um novo mundo estará se abrindo para ele e tome as medidas de segurança. Em pouco tempo você estará ouvindo os passinhos dele por toda a casa. E lembre-se: mais importante do que termos filhos avançados e especiais, é ele se sentir especial por se sentir amado pelas pessoas que estão ao seu redor.

Muito obrigado,


Equipe AndaBaby.